domingo, 7 de agosto de 2016

     
Cisne real  branco
  44 - CISNE BRANCO, NATIVO DA EURÁSIA 
 JANSEN LEIROS

cisne-branco é  a  maior  das aves  aquáticas  de nosso planeta. Seu habitat natural  são os países do Norte  europeu,  estendendo-se  pelos países  asiáticos,  onde  nidificam  uma vez por ano. Essa
circunstância atesta que o Cisne não é uma ave prolífera!   Não é,  também, migratória.

Atribui-se seu surgimento no Hemisfério Norte à  espontaneidade
da natureza. No Reino Unido, os cisnes selvagens,  existentes  no
território do Reino,  são de propriedade pessoal da Rainha.    Tal
determinação legal existe desde o século 12.  Talvez, por esta  ra-
zão essas aves vivam  livremente  nas  águas da Inglaterra, aonde exercem sua liberdade.  

É uma ave com um corpo volumoso,  patas  muito  curtas,  que lhe
conferem um andar desajeitado, porém  que  lhe  permitem  nadar com  muita elegância,  facilidade e rapidez. Delimitam seu espaço
vivencial nos grandes lagos e nos rios aonde  vivem com hegemonia.

Este Cisne, também conhecido como CISNE REAL é o maior da espécie,     o  mais  elegante,    o mais garboso,  o mais charmoso,     defendendo  com  valentia  o  espaço  onde  vive , utilizando  
suas     asas como armas  fortíssimas, e é uma das aves mais longevas da espécie!

No planeta, existem sete variedades de Cisnes,  encontrados   em
sítios distintos. As variedades mais conhecidas são, o Cisne Real,   encontrado nos lagos e rios da Europa e da Ásia,  o Cisne Negro o Cisne do Pescoço Preto e o Cisne Coscoroba, ave  com  nume-roso e respeitável bando de aves nativas, selvagens.  Existe, ainda, o Cisne ou Ganso Egípcio que é menor, ainda,  do que  o Coscoroba  e que tem como habitat o vale do Rio Nilo.  


                                             Cisne Real  
           
    
Cisne Negro 


Cisne pescoço
                                               


 
        


 Cisne Coscoroba                              



Cisne do Egito

   

Cisne de Asas Negras                 







Cisne do Bico Negro
 







Nenhum comentário:

Postar um comentário