quinta-feira, 21 de abril de 2016

HOMENAGEM DA CASA DA CULTURA



Caros amigos,

Registramos, com pesar, o falecimento de Luiz Damasceno. Nesta vida terrena, uma grande perda para todos nós e para a nossa cidade. Sim, porque na vida maior não houve perda e ele permanece, vivo, em nossos corações e em nossos espíritos. 
Vai aqui reproduzido um poema que a ele foi dedicado por um nosso confrade:

A ALMA DAS CIDADES

                        A Luiz Damasceno

A cidade passou
antes de mim.
E não houve adeus.
Perdeu-se
no caos incontrolável
da impermanência.

E quando vi que passara
com o seu séquito mudo
retirei-me.
Sem olhar para trás...

Anjos
-  que não sabem que são anjos  -
vieram ao meu encontro
e serviram-me.

Ainda não morri,
concordo.
Mas a alma de minha cidade
não existe mais.

                                   (Horácio Paiva)


De: comunicacao@cooperativacultural.com.br

Assunto: Nota de Pesar
.


Nenhum comentário:

Postar um comentário