quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016


MOYSÉS SESYOM

Consta, no site www.dhnet.org.br essa coletânea de glosas do memorável e talentoso Moysés Sesyom, organizada por Jardelino Lucena, sob o título de “Glosas Fesceninas de Moysés Sesyom”. Quanto ao último texto, o de nº 15, que tem como mote “Bebo, fumo, jogo e danço/ sou perdido por mulher”, e que considero a obra-prima do poeta, tomo a liberdade de substituí-lo pelo que tradicionalmente conheço e sei de cor, publicado originalmente, segundo Francisco Amorim (in “Eu conheci Sesyom”, 2ª edição, 1976, pág. 11), no jornal “A República” do dia 11 de abril de 1942, assim:

Bebo, fumo, jogo e danço,
Sou perdido por mulher.

Vida longa não alcanço
Na orgia ou no prazer,
Mas, enquanto não morrer
Bebo, fumo, jogo e danço!
Brinco, farreio, não canço,
Me censure quem quiser...
Enquanto vida tiver
Cumprindo essa sina venho,
E, além dos vícios que tenho,
Sou perdido por mulher!


GLOSAS FESCENINAS DE MOYSÉS SESYOM
Coletânea organizada por Jardelino Lucena
jardelino@digizap.com.br

Moysés Lopes Sesyom, nasceu a 28 de julho de 1883 no sítio Baixa Verde em Caicó, no Rio Grande do Norte. Viveu em Açu-RN, a partir de 1905 vindo a falecer em 9 de março de 1932


NAS PRÓXIMAS EDIÇÕES FAREMOS A PUBLICAÇÃO DE ALGUMAS DESSAS GLOSAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário